4/setembro - News, Trabalhista

Esgotamento emocional é reconhecido como doença pela OMS

O esgotamento profissional, conhecido como Síndrome de Burnout, foi incluído na classificação Internacional de Doenças da Organização Mundial da Saúde (OMS).
Síndrome de Burnout é reconhecida como doença pela OMS

“O esgotamento profissional, conhecido como Síndrome de Burnout, foi incluído na classificação Internacional de Doenças da Organização Mundial da Saúde (OMS).

A lista, elaborada pela OMS, é baseada nas conclusões de especialistas de todo o mundo e utilizada para estabelecer tendências e estatísticas de saúde. A nova versão da classificação entra em vigor em 2022.

A Síndrome de Burnout é um distúrbio psíquico resultante de tensão emocional e estresse crônicos provocados por condições de trabalho físicas, emocionais e psicológicas desgastantes. Os principais sintomas são a exaustão emocional, a despersonalização (reação negativa ou de insensibilidade em relação ao público que deveria receber seus serviços) e diminuição do envolvimento pessoal no trabalho. O quadro envolve ainda irritabilidade e alterações do humor, evoluindo para manifestações de agressividade, alteração do sono e perda do autocontrole emocional, entre outros aspectos.”

Fonte: TST